segunda-feira, julho 15, 2024
Tecnologia

Marca denunciada por golpe com nome da Shein faz novas vítimas em aplicativo

Meses depois do alerta da empresa sobre golpe, app ‘Money Looks’ seguia disponível na loja do Google, com promessa de pagar usuários por avaliarem conjuntos de roupa.

Dois meses depois do alerta da Shein sobre golpe que promete pagamento por avaliar roupas, a marca “Money Looks” continuava promovendo o aplicativo disponível na Play Store, do Google, com vários relatos de novas vítimas de golpe.

Com a promessa tentadora de pagar a usuários até R$ 300 por avaliar roupas, o app teve mais de 10 mil downloads e estava no ar até a tarde desta segunda-feira (19). Nesta terça (20), o Google afirmou que o aplicativo foi removido (leia mais abaixo).

Comentários de usuários afirmam que o aplicativo, na verdade, convence pessoas a investirem dinheiro sem dar nenhum retorno. “É uma fraude. Depois que aderimos, investimos valores, ele simplesmente desaparece”, escreve um usuário, na aba de comentários sobre o aplicativo da Play Store.

Existem outros relatos parecidos:

“Efetuei o pagamento, mas tudo que aparece é um curso que simplesmente nem existe”;
“Decepcionada, efetuei a compra e não consigo acessar nada”;
“Paguei por Pix, não recebi acesso, manda pagar novamente”.
A plataforma desenvolvedora rebateu, com mensagens iguais, a alguns dos comentários críticos: “Sentimos muito pela sua experiência, consultei em nosso banco de dados e não lhe encontrei, aparentemente voce [sic] comprou por alguém que esteja fazendo algo errado e não deu certo”, diz parte da resposta.

A Shein já havia alertado que não realiza campanhas para pagar usuários que avaliem suas roupas e divulga novas iniciativas apenas pelos seus canais oficiais.

App continuou disponível meses depois de empresa de roupas alertar que não paga usuários para avaliarem conjuntos

Em nota, o Google disse que o app foi removido “por violar as políticas de Google Play”. Segundo a empresa, a plataforma não permite “apps que expõem usuários a produtos financeiros enganosos e prejudiciais”.

O Google afirmou ainda que conta com uma “combinação de inteligência de máquina, revisores humanos e denúncias de usuários para identificar conteúdo impróprio”.

Além disso, ressaltou a importância de denunciar esse tipo de aplicativo no próprio Google Play. “Na página do app, basta tocar no botão de três pontos e, em seguida, ‘Sinalizar como impróprio’.”

O g1 também entrou em contato, por e-mail, com a desenvolvedora do aplicativo, mas não recebeu resposta até a publicação desta reportagem.

Money Looks
O “Money Looks” estava entre os sites que foram denunciados em abril deste ano, como parte do golpe que usou o nome da Shein e enganava usuários com uma página fraudulenta.

Ainda existem vários sites com o nome da empresa na internet, que promovem o aplicativo e a promessa de pagar dinheiro fácil pela avaliação de roupas.

Mesmo sem apoio oficial da empresa, o golpe contou com a divulgação de influenciadores. Alguns citaram a Shein, enquanto outros diziam apenas que “grandes marcas estão falindo”. Em alguns vídeos, eles afirmaram que é possível ganhar R$ 1 por peça avaliada.

Estado de SP registra uma vítima de ‘golpe do amor’ a cada três dias
O que disse a Shein
Em resposta ao g1, a Shein reafirmou que não tinha nenhuma relação com o site que promovia a falsa avaliação e que não fazia campanhas do tipo. Veja abaixo o posicionamento da empresa na íntegra.

“A Shein esclarece que não tem relação alguma com o site fraudulento denominado “Money Looks”, que tem como domínio o endereço segredodinheiro.fun/shein. Esse website está sendo enganosamente utilizado para propagar informações falsas sobre a companhia, com uso indevido do nome e imagem da empresa, com intenção de enganar usuários para que eles adquiram um aplicativo com falsa promessa de obtenção de uma renda extra por meio de avaliações de looks da marca.

A companhia adotou as medidas legais cabíveis relativas ao uso indevido de seu nome e imagem e vem promovendo medidas para inibir a propagação de informações que possam expor a empresa e seus consumidores.

A Shein recomenda ainda que nenhuma pessoa realize cadastros neste site, a fim de evitar o uso indevido de seus nomes, informações pessoais e dados bancários.

Adicionalmente, a empresa ressalta que informações sobre os produtos, ações e campanhas da marca podem ser encontrados e são sempre divulgados nos seus canais oficiais, nas redes sociais e no site.”

Calvin Carter
the authorCalvin Carter

Deixe um comentário